Menu Abrale Menu
  Quem Somos  
  Categorias  
 
Todas as mensagens
Pacientes
ABRALE Informa
Notícias
 
 
  Outros Blogs
 
# ABRALE - home page
# ABRASTA - home page
# Blog da Sara - ABRALE Móvel
# Blog da Helena Conserva - Paciente
# Blog da Adelane - núcleo de Fortaleza
# Blog da Rejane - paciente
# Blog da Itaciara - paciente
# Blog da Regiane - núcleo Campinas
# Blog da Eliana - núcleo Goiânia
# Blog do Dr. Carlos Augusto
# Blog da Priscila - núcleo Porto Alegre
# Blog da Lara - paciente
# Blog da Bruna - namorada de paciente
# Blog do Raniery - paciente de Linfoma
# Blog da Ana Carol - paciente de Linfoma
# Blog da Juliana Guerra - paciente de Linfoma
# Blog da Roberta - núcleo do Rio de Janeiro
# Blog do Ricardo Menacker - Virgem em Câncer
# Blog da Claudia, filha de paciente com LMC
# Blog da Mariana - núcleo de Curitiba
# Blog sobre Linfomas não-Hodgkin
# Blog do Vitor - paciente
# Blog do Carequinha - paciente de linfoma
# Blog da Victória Parente - paciente de linfoma não-Hodgkin
# Blog da Angélica - irmã de paciente com Leucemia
# Blog do Luciano Carneiro - paciente com leucemia
# Blog Menino Enrique - doação de medula óssea
# Blog da Bela - paciente com Leucemia Linfóide Aguda
# Direito de Viver - A saga dos pacientes com Mieloma Múltiplo


  Histórico  
 
 
  Votação
 
Dê uma nota para meu blog


ABRALE - Crie o seu Blog


Doe Sangue!

Para suprir todas as necessidades, Brasil precisa de 5,7 milhões de bolsas de sangue anuais. Hoje, o número de coletas é de 3,5 milhões

 

Segundo dados da OMS (Organização Mundial da Saúde), atualmente 1,9% dos brasileiros doa sangue regularmente. Por ano, 3,5 milhões de bolsas de sangue são coletadas e este número já não tem sido suficiente para suprir as necessidades, como em cirurgias e transplantes de órgãos. O ideal é chegar a 5,7 milhões de doações anuais.

 

Para disseminar a toda população a importância da doação voluntária, a ABRASTA – Associação Brasileira de Talassemia – lança a campanha “Não perca tempo. Doe sangue e faça disso um hábito frequente”.

 

A talassemia é um tipo de anemia hereditária. Sua forma mais grave, a talassemia major, tem como parte do tratamento transfusões sanguíneas, a cada 20 dias em média, por toda a vida.

 

A vice-presidente da Associação, Cláudia Vellozo, é mãe do Danilo e Gregory, ambos portadores da doença. “Se fizer uma soma de quantas bolsas de sangue meus filhos consomem durante o ano, o número é equivalente a cerca de 2.304 doadores. No Brasil, temos 300 portadores de talassemia major, além das pessoas que precisam realizar uma transfusão de sangue por diversos outros motivos. A única maneira de acabarmos com o problema da falta de bolsas de sangue nos hemocentros brasileiros é mobilizarmos toda a população a tornar-se um doador voluntário”, disse Cláudia.

 

SANGUE SEGURO

Além da doação voluntária, é muito importante também que o sangue a ser transfundido seja seguro!

 

Uma vez comprovada mundialmente a segurança do NAT, é direito de todo cidadão receber sangue livre de contaminações, pois a saúde é garantia constitucional, inserida entre os direitos fundamentais do cidadão.

 

O NAT oferece uma segurança 84% maior que os outros testes quanto à contaminação pelo vírus das Hepatites "B" e "C" e é 68%  mais seguro em relação à contaminação pelo vírus da AIDS (HIV)

Embora a Portaria nº 1.353, de 13/06/11, venha regulamentar a atividade hemoterápica no país, estabelecendo diretrizes para a segurança no processo, ainda não tornou obrigatória a realização do teste NAT, considerado o mais seguro para o receptor.

Em função dessa realidade a ABRALE e ABRASTA promovem o presente MANIFESTO DO NAT, esperando contar com a adesão da população e da sociedade civil organizada para que o Poder Público garanta às pessoas que dependem de transfusões o direito a uma transfusão segura.

Para assinar o Manifesto do NAT, acesse www.abrale.org.br

 

 



Escrito por blogabrale às 17h47
[] [envie esta mensagem] []



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]