Menu Abrale Menu
  Quem Somos  
  Categorias  
 
Todas as mensagens
Pacientes
ABRALE Informa
Notícias
 
 
  Outros Blogs
 
# ABRALE - home page
# ABRASTA - home page
# Blog da Sara - ABRALE Móvel
# Blog da Helena Conserva - Paciente
# Blog da Adelane - núcleo de Fortaleza
# Blog da Rejane - paciente
# Blog da Itaciara - paciente
# Blog da Regiane - núcleo Campinas
# Blog da Eliana - núcleo Goiânia
# Blog do Dr. Carlos Augusto
# Blog da Priscila - núcleo Porto Alegre
# Blog da Lara - paciente
# Blog da Bruna - namorada de paciente
# Blog do Raniery - paciente de Linfoma
# Blog da Ana Carol - paciente de Linfoma
# Blog da Juliana Guerra - paciente de Linfoma
# Blog da Roberta - núcleo do Rio de Janeiro
# Blog do Ricardo Menacker - Virgem em Câncer
# Blog da Claudia, filha de paciente com LMC
# Blog da Mariana - núcleo de Curitiba
# Blog sobre Linfomas não-Hodgkin
# Blog do Vitor - paciente
# Blog do Carequinha - paciente de linfoma
# Blog da Victória Parente - paciente de linfoma não-Hodgkin
# Blog da Angélica - irmã de paciente com Leucemia
# Blog do Luciano Carneiro - paciente com leucemia
# Blog Menino Enrique - doação de medula óssea
# Blog da Bela - paciente com Leucemia Linfóide Aguda
# Direito de Viver - A saga dos pacientes com Mieloma Múltiplo


  Histórico  
 
 
  Votação
 
Dê uma nota para meu blog


ABRALE - Crie o seu Blog


MUDANÇA DE POSTURA

 

Informações retiradas da edição 18 da Revista da Abrale

 

Conte quantas vezes por semana você entra num carro, carrega uma sacola ou bolsa, lava louça, pega um objeto no chão. São gestos simples, mas frequentes, que, repetidos de forma errada, podem levar problemas de postura e a dores bastante incômodas. Um estudo da Organização Mundial da Saúde estimou que 80% da população do planeta sofrerá dores nas costas em algum momento da vida e apontou a postura incorreta como uma das principais causas desse número elevado.

 

A coluna é essencial para a nossa sustentação, absorve e dissipa as sobrecargas que sofremos durante a vida, incluindo a pressão da gravidade. Graças a ela, podemos girar nosso corpo, mexer para frente, para trás e para os lados.

 

Mas não é só a coluna que sofre. A lista de consequências da falta de cuidado com a postura é maior do que parece: tensões musculares, cefaléias, dores no pescoço, artroses, hérnias, compressões das articulações. Isso sem contar as interferências no funcionamento dos sistemas digestório, como problemas intestinais; circulatório, como varizes; e respiratório, como bloqueios de inspiração e expiração.

 

Uma boa postura é aquela em que há equilíbrio entre as estruturas de suporte do organismo, isto é, músculos e ossos, distribuindo o peso entre os dois lados do corpo.

 

Quando somos crianças, fazemos bom uso do corpo, pois utilizamos as articulações de tornozelos, joelhos e quadris de forma mais livre, com mobilidade. À medida que os anos passam, permanecemos cada vez mais tempo sentados, restringimos os movimentos mais naturais do corpo e adquirimos vícios de postura.

 

Exercícios físicos, como musculação, natação e outros esportes, não devem ser sempre tratados como soluções milagrosas para uma boa postura. Se, de uma lado, trazem benefícios, podem também causar danos e facilitar o aparecimento de lesões quando não são bem orientados. Outro mito é que ser mais forte e ter músculos mais rígidos garante uma boa postura. Tão importante quanto a força são a flexibilidade e o equilíbrio para se adaptar às necessidades que cada movimento exige.

 

A DOR NO MIELOMA

Mas nem toda dor na coluna é reflexo de má postura. Em alguns casos, o incômodo lombar mais intenso e constante pode ser sintoma do mieloma múltiplo, doença comum às pessoas acima dos 65 anos, que afeta a medula óssea e se caracteriza pelo aumento do plasmócito, célula responsável pela produção de proteínas do nosso sistema de defesa.

 

Toda dor nas costas deve ser investigada com exames de imagens, como raio X ou mesmo tomografia ou ressonância magnética. O tratamento do mieloma múltiplo depende do protocolo adotado e das características do paciente, mas pode envolver quimioterapia, radioterapia ou transplante de medula óssea.



Escrito por blogabrale às 18h24
[] [envie esta mensagem] []



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]